Praça do Império

LOCAL:

Praça do Império

cód. #1448

INTERVENÇÕES:

ant.1939

Praça D. Vasco da Gama

1939-02

Projecto de Urbanização. Arq. Vasco P. Lacerda Marques

1940-06-23 Exposição do Mundo Português. Arq. José Ângelo Cottinelli Telmo

DIMENSÕES:

175mX175m

DESCRIÇÃO:

Toda esta área em frente ao Mosteiro dos Jerónimos, com construção iniciada por volta de 1501, era um areal.

 

Em 1834 deu-se a extinção do mosteiro, tendo sido entregue à Real Casa Pia de Lisboa.

Anteriormente a 1903 e até 1932, encontram-se em fotografias da época, um empedrado artístico em frente ao Portal Sul do Mosteiro dos Jerónimos e já desaparecido. Lê-se em volta da esfera armilar “1500 - 1885?”. Será alusivo à duração do seu funcionamento religioso? 

 

Até 1939, encontramos neste local, através de fotografias aéreas, já aterrado mas ainda obstruído pelo casario em frente ao portal da Igreja dos Jerónimos, o desenho planificado e urbanizado, resultante de artérias viárias do progresso, intervaladas por talhões ajardinados e calcetados.

 

A Praça D. Vasco da Gama, Projecto de Urbanização do arquitecto Vasco P. Lacerda Marques, contemplava já o desenho quadrangular simétrico, um jardim e que hoje observamos nas mesmas proporções mas de composição e perfil diferentes.

 

O desenho do jardim prevaleceu no projecto final e sobre ele giraram os edifícios já desaparecidos que comemoraram o Império Português, construídos por ocasião da Grande Exposição do Mundo Português realizada em 1940, de 23 Junho a 2 Dezembro, da autoria do arquitecto José Cottinelli Telmo.

 

Este empedrado artístico, a preto e branco, é composto na plataforma superior, por 3 Esferas dos Descobrimentos, faixa com os signos: Capricórnio; Aquário; Peixes; Carneiro; Touro; Gémeos, Lizes e Estrelas de 8 pontas, e na plataforma inferior por Quadrados Ricos com várias representações, como: Escudos; Emblemas; Quinas; Castelos; Torres; Flores; Corações, etc, de várias cores e dispostos em quadrícula.

 

Esta praça foi em 2016, objecto de Concurso de Paisagismo, Processo nº 16/CPC/DA/CCM/2015, sendo a equipa vencedora - HAHA Arquitectura Paisagista. De notar que a plataforma em volta da fonte luminosa, volta a apresentar as 3 linhas de árvores e enrelvamento, a Nascente e Poente, o que poria em causa mais de 4 dezenas de Quadrados Ricos. Existem ainda 14 Quadrados Ricos vagos.

 

Os empedrados Artísticos da Praça do Império têm hoje mais de 79 anos.

BIBLIOGRAFIA:

Castilho, Júlio de. A Ribeira de Lisboa - pp. 532. 

 

Bellem/Belém. Reguengo da Cidade.

Diário de Notícias n.º 6:267, 9 de Julho de 1883, Lisboa

 

A.M.L. - Arquivo Municipal de Lisboa

D.G.P.C - Direcção Geral do Património Cultural

“Concurso público de concepção para a elaboração do Jardim da Praça do Império” – Processo nº 16/CPC/DA/CCM/2015